jusbrasil.com.br
18 de Agosto de 2018
    Adicione tópicos

    INFORMAÇÃO SOBRE GLUTAMATO MONOSSÓDICO SERÁ OBRIGATÓRIA

    Alimentos industrializados que contenham em sua composição glutamato monossódico ou proteína vegetal hidrolisada deverão exibir a informação sobre as substâncias nos rótulos. É o que prevê o projeto de lei 496/11, do deputado Luiz Martins (PDT), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (08/02), em segunda discussão. O texto seguirá para a sanção ou veto do governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 dias úteis para decidir.

    De acordo com a proposta, a informação das substâncias deverá ser impressa de forma destacada e de fácil leitura nos rótulos ou embalagens dos produtos. Em caso de descumprimento da norma, o estabelecimento responsável poderá ser multado, suspenso a inscrição estadual cancelada.

    O texto determina o prazo de um ano para que as indústrias alimentícias se adequem à norma. “As pessoas precisam saber dos riscos que correm ao consumir essas substâncias”, comentou Luiz Martins.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)