jusbrasil.com.br
14 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    PARLAMENTARES JUVENIS PARTICIPAM DE CURSO DE ORATÓRIA NA ALERJ

    Saber se expressar com clareza e defender suas ideias são habilidades fundamentais em qualquer profissão que lide com o público, especialmente na carreira política. Pensando nisso, a 11ª edição do Parlamento Juvenil da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (PJ/Alerj) ofereceu, nesta terça-feira (13/03), um curso de oratória e comunicação aos cerca de 90 jovens participantes do projeto. O curso foi ministrado pelo ator e diretor de teatro Bernardo Dugin.

    Segundo Bernardo, o curso pretende mostrar aos parlamentares juvenis que se comunicar é mais fácil do que eles pensam: "Deputados precisam aprender a driblar o medo de falar em público. No curso, criamos jogos de improvisação que fazem os participantes mais tímidos se soltarem aos poucos, sem perceberem que estão fazendo um exercício. Eles vencem o bloqueio de forma divertida e aprendem técnicas para se expressar melhor", explica o ator, que ministrou a atividade em outras duas edições do projeto.

    A jovem Maria Eduarda Gomes, de 16 anos, veio ao Palácio Tiradentes representando o município de São João da Barra pela segunda vez. Ela esteve no Parlamento Juvenil de 2016, e conta que era muito tímida antes de participar do evento. "Eu tinha problemas para apresentar trabalhos na escola por causa da timidez. O PJ me ajudou a enfrentar esse medo e a melhorar minha capacidade de falar em público, através do curso e das dinâmicas", comemora Eduarda, que sonha em seguir carreira na política.

    O coordenador do projeto, deputado Wanderson Nogueira (PSol), ressaltou que o foco do Parlamento Juvenil vai além de simular a atividade legislativa."A gama de cursos oferecidos aqui auxilia os jovens quando eles entrarem no mercado de trabalho e na futura profissão deles", afirmou. Além da aula de oratória, os parlamentares juvenis também participarão de um curso de formação e liderança na próxima quinta-feira (15/03).

    Visita guiada

    Depois do curso, os adolescentes fizeram uma visita guiada pelo Palácio Tiradentes, sede da Alerj. Durante a atividade, eles conheceram o Plenário Barbosa Lima Sobrinho e aprenderam curiosidades históricas sobre o prédio, em cuja terreno já existiu uma prisão onde o próprio Tiradentes esteve preso.

    Maria Eduarda Dias, 15, de Carapebus, se surpreendeu com a biblioteca do palácio: "Eu não sabia que essa parte era aberta ao público. É muito interessante saber que temos acesso a esse imenso arquivo de leis e medidas que foram tão importantes para o nosso estado", comentou. As pinturas nas galerias também impressionaram a adolescente, que participa do Parlamento Juvenil pela primeira vez.

    Projetos de lei

    Na tarde desta terça-feira, os parlamentares juvenis defenderão seus projetos de lei na tribuna. Esses projetos serão analisados pelos próprios jovens na sexta-feira, e os três que receberem mais votos seguirão para apreciação do governador Luiz Fernando Pezão.

    Para Gregory Peixoto, 16, representante de Conceição de Macabu, a oportunidade de escrever um projeto que pode ser transformado em lei estimula a participação dos jovens na política. "Nós estamos aqui representando nossos municípios e colocando nossas causas em pauta. Muitos de nós passaram a se interessar por política quando viram que temos voz no Parlamento Juvenil", celebra.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)