jusbrasil.com.br
18 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    AGORA É LEI: PROJETO DE CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO SOBRE OSTEOGÊNESE IMPERFEITA SERÁ INSTITUÍDO NO RIO

    O Estado do Rio terá um Programa de Conscientização e Capacitação sobre a Osteogênese Imperfeita. É o que propõe a Lei 8.517/19, do deputado André Ceciliano (PT) e da ex-parlamentar Fatinha, que foi sancionada pelo governador Wilson Witzel e publicada pelo Diário Oficial nesta quarta-feira (11/09).

    O programa tem por objetivo a capacitação de toda a comunidade médica ao diagnóstico e atendimento de pessoas com a osteogênese imperfeita, em especial no tratamento de urgência e emergência, com a finalidade de redução de fraturas, conforme os termos do protocolo de atendimento instituído pela Portaria nº 1306/2013, do Ministério da Saúde. Para efetivar o programa, o Governo do Estado do Rio de Janeiro irá realizar campanhas de divulgação e capacitar médicos.

    “Os indivíduos acometidos dessa condição necessitam de atendimento especializado e rápido, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, uma vez que a inabilidade ao tratar de uma fratura pode acarretar lesões ainda mais graves, bem como a espera no atendimento pode causar danos irreversíveis”, afirmou André Ceciliano.

    Entenda a doença

    A osteogênese imperfeita (doença de Lobstein ou doença de Ekman-Lobstein), também conhecida pelas expressões “ossos de vidro” ou “ossos de cristal”, é uma condição rara do tecido conjuntivo, de caráter genético e hereditário, que afeta aproximadamente uma em cada 20 mil pessoas e que tem como principal característica a fragilidade dos ossos que quebram com enorme facilidade.

    A osteogênese imperfeita pode ser congênita e afetar o feto que sofre fraturas ainda no útero materno e apresenta deformidades graves ao nascer. A doença também pode se apresentar nas fraturas patológicas e recorrentes, muitas vezes espontâneas, que ocorrem depois do nascimento, o que é característico da osteogênese imperfeita tardia.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)